UVA,NOZES E DOENÇA DE ALZHEIMER






Uvas, nozes e doença de Alzheimer



Dieta rica em gorduras poli-insaturadas e em nutrientes funcionais, os assim chamados polifenóis, influenciam a neurogênese – ou seja, o nascimento (ou o surgimento, ou a produção) de neurônios no cérebro. Além disso, uma dieta rica neste nutrientes parece também reforçar a diferenciação dos diferentes tipos de neurônios, que exercem diferentes funções cerebrais. Esta foi a conclusão de estudos realizados por pesquisadores da Universidade Autônoma de Barcelona.
Camundongos alimentados com uma dieta rica em ácidos graxos poli-insaturados e polifenóis apresentaram uma maior proliferação de neurônios no bulbo olfatório e no hipocampo, regiões do cérebro comumente comprometidas em doentes que sofrem com Alzheimer. A doença de Alzheimer é uma das principais doenças neurodegenerativas, principalmente em idade avançada, e que compromete processos de memória e aprendizado.
Durante o desenvolvimento do cérebro, células-tronco geram diferentes tipos de células neuronais: neurônios, astrócitos e oligodendrócitos. Até os anos 1960 se acreditava que após a infância não surgiam mais neurônios no cérebro, e que o número destes apenas diminuía com o passar dos anos. Todavia, atualmente se sabe que os neurônios continuam a surgir durante a fase adulta. A capacidade de neurogênese do cérebro é limitada a duas áreas: o bulbo olfatório e o hipocampo (área relacionada à memória e aos processos de aprendizado). Embora o ritmo da neurogênse (formação de neurônios) diminua com o passar dos anos e principalmente quando da ocorrência de doenças neurodegenerativas, sabe-se que a diminuição da neurogênese pode ser evitada com uma dieta saudável e com exercícios físicos.
Segundo a pesquisa, uma dieta rica em substâncias antioxidantes – função exercida por ambos polifenóis e ácidos graxos poli-insaturados – pode ajudar significativamente na prevenção da doença de Alzheimer, e eventualmente ajudar na boa manutenção das funções cerebrais.
Alimentos ricos em polifenóis são chá verde, uvas, soja e vegetais verdes. Ácidos graxos de excelente qualidade são encontrados nos diferentes tipos de nozes, azeite de oliva (e azeitonas), peixes oceânicos de água fria, óleos de girassol, óleo de canola.
O estudo foi realizado por pesquisadores da Universidade Autônoma e Barcelona, e será publicado em dezembro. A referência completa é T. Valente, J. Hidalgo, I. Bolea, B. Ramirez, N. Anglés, J. Reguant, J. R. Morelló, C. Gutiérrez, M. Boada e M. Unzeta. A Diet Enriched in Polyphenols and Polyunsaturated Fatty Acids, LMN Diet, Induces Neurogenesis in the Subventricular Zone and Hippocampus of Adult Mouse Brain. Journal of Alzheimer’s Disease, 2009; 18 (4) DOI: 10.3233/JAD-2009-1188
Fonte:http://quipronat.wordpress.com/2009/11/28/uvas-nozes-e-doenca-de-alzheimer/

Postagens mais visitadas deste blog

CARMENERE, A UVA RENASCIDA